Radier Foundation-entenda o que é e como funciona-Desafio

Radier Foundation-entenda o que é e como funciona-Desafio

Fundação Radier – entenda o que é e como funciona

A Fundação Radier é como é chamada de shallow tipo de fundação que possui uma base super resistente capaz de descarregar toda a carga a partir da edificação. É considerada uma fundação rasa, já que tem uma profundidade máxima de cerca de três metros.

Ao permanecer em contato direto com o solo, toda a carga proveniente das paredes e colunas do prédio divide-se em uma grande área, oferecendo boa estabilidade e segurança à estrutura. 

Também conhecida como uma fundação em placa devido à forma de sua base, a Fundação Radier pode ser uma boa opção em várias ocasiões de construção civil. 

Se você quiser saber mais sobre esse assunto, entenda como a fundação funciona e quais os prós e contras, continue a sua leitura. 

O que é a Fundação Radier?

A fundação radier é uma espécie de fundação rasa usada na construção civil. Consiste em uma slab de concreto que abrange toda a área de projeção da construção civil, ficando em contato direto com o solo. Tem como principal objetivo descarregar as cargas dos pilares e das paredes através de uma grande área do solo igualmente.

Diferentemente de outras fundações que requerem escavações mais profundas, torna-se ideal para casos em que a profundidade máxima necessária não exceda cerca de três metros. Esta solução construtiva distribui as cargas de forma uniforme no solo, evitando sobrecargas pontuais que poderiam resultar em recalques diferenciais e danos à estrutura.

A fundação radier possui aplicações diversas, sendo comumente usada em construções pequenas e médias de tamanho, como residências, galpões e edifícios comerciais de até dois pavimentos. Ele oferece benefícios como economia de tempo e custos, distribuição uniforme das cargas, melhor desempenho em solos expansivos e facilidade de execução. 

É importante destacar que a viabilidade da fundação em cada caso deve ser avaliada por profissionais qualificados considerando as características do solo e da construção.

Variações

Há variações diferentes para a fundação radier. Tais como: radiador manchado, com relação de nervo, com concreto protendido e concreto armado. Vamos ver cada um deles abaixo. 

Radier Staked:

O radiador manchado combina elementos de radier e estacas. Nesse tipo de fundação, as estacas são instaladas no solo para oferecer suporte adicional e resistência às cargas da estrutura. Trata-se de uma opção viável em terra com características geotécnicas desafiadoras, como solos de baixa carga ou presença de água subterrânea elevada. Esta combinação de radier e estacas oferece maior segurança e estabilidade à fundação.

Radier Nervurado:

O radiador nervoso é uma variação do modelo de concreto reforçado, que apresenta nervuras ou feixes embutidos na slab. Essas melhoras nervosas aumentam a rigidez e a resistência, permitindo a transferência de cargas da forma mais eficiente para o solo. Tal configuração é frequentemente usada em edifícios com grandes vans ou onde se deseja reduzir a espessura do slab, enquanto mantém a capacidade de carga adequada.

Radier com Concreto Protendido:

No radiador com concreto protendido, além de armaduras de aço convencionais, são adicionados cabos de aço protendido. Estes cabos são tensionados antes de concretar, aplicando forças de compressão no concreto. Isso ajuda a melhorar a resistência e a estabilidade do radiador, permitindo que ele suporte cargas mais pesadas sem deformações excessivas. O concreto protendido oferece maior eficiência estrutural e pode ser vantajoso em situações que requerem suporte de cargas altas.

Radier com Concreto Reforçado:

O radiador com concreto armado é um tipo mais comum desta fundação (é a foto de capa do nosso artigo). Aqui, uma slab de concreto é reforçada com armadura de aço para distribuir as cargas da estrutura sobre uma ampla área do solo. A armadura de aço fornece resistência à tração e ajuda a reforçar a estrutura do radier, tornando-a adequada para uma variedade de condições e tipos de solo.

Diferença entre radier e slab

Embora ambos os radiadores e slab sejam elementos estruturais utilizados na construção civil, há diferenças significativas entre eles.

O radiador é uma espécie de fundação rasa (shallow) que visa transmitir as cargas da estrutura da edificação para o solo. Consiste em uma placa de concreto armado que cobre toda a área de projeção da construção civil, distribuindo as cargas de forma uniforme sobre uma grande área do solo.

Por outro lado, o slab é um elemento horizontal que compõe a estrutura de um edifício, sendo responsável por suportar as cargas de uso, como pessoas, móveis, equipamentos, entre outros. Pode ser de tipos diferentes, como slab massivo, slab de nervo, slab pré-moldado, entre outros, e é projetado levando em consideração aspectos como resistência, rigidez e conforto.

Embora o radiador seja uma fundação, ou seja, tem a função de transmitir as cargas da estrutura para o solo, a slab é parte integrante da estrutura do edifício, atuando como um piso cobrindo elemento ou entrepisos. Enquanto o radiador está em contato direto com o solo, o slab é apoiado em pilares e vigas, formando o sistema estrutural do edifício.

Como é feito o radiador?

A execução da fundação radier vai depender da variação que você escolher. No entanto, abaixo informamos um passo a passo para a execução mais comum deste tipo de trabalho.

Passo a passo para execução da fundação radier

  • Limpação e escavação do terreno: Realizar a limpeza da superfície de terreno removendo qualquer vegetação, detritos ou obstruções. Em seguida, prossiga com a escavação do solo até atingir a cota de implantação necessária.
  • Nivelamento e compactação: Após, nivele o terreno e realize uma compactação adequada para garantir uma base sólida e estável para a fundação.
  • Impermeabilização: Coloque uma lona apropriada sobre o terreno escavado. Essa tela tem a função de impermeabilizar a fundação, protegendo-a contra a umidade do solo e impedindo a penetração de água e substâncias indesejadas.
  • Brita laser: Aplicar um lastro de brita sobre a lona, espessura entre cinco e dez centímetros para proteger a armadura da fundação contra materiais orgânicos presentes no solo e contra a umidade.
  • Formas de madeira: Posiciar as formas de madeira nas laterais, delimitando a área que será concretada. As formas servem como molde para a slab de concreto, garantindo sua forma e dimensões corretas.
  • Inserção da armadura: Inserir a armadura de aço dimensionada no desenho estrutural dentro da área demarcada pelas formas de madeira. Devem ser posicionados de acordo com as informações do estudo geotécnico, considerando as características do solo e as cargas esperadas na estrutura.
  • Instalações hidrossanitárias e elétricas: Posicionamento de tubulações e condutas de acordo com o projeto, evitando a necessidade de cortes e furos após a execução da fundação.
  • Concreção: Procede com concretagem a slab de concreto, enchendo toda a área delimitada pelas formas de madeira. Certise-se de que o concreto esteja de acordo com as especificações do projeto e realize uma distribuição uniforme.
  • Cure: Depois da concretagem, realize a cura adequada da fundação radier. A cura consiste na manutenção da umidade do concreto por um período de tempo para garantir a sua resistência e evitar problemas como rachaduras.
  • Quando usar o R Foundationadier?

    A Fundação Radier é amplamente aplicada em diferentes tipos de construções, não apenas limitada a obras de pequeno porte. A sua escolha não depende exclusivamente da dimensão ou estrutura da edificação, mas sim das características do solo. Quando isso apresentar resistência adequada, independentemente da altura e das cargas da construção, ele poderá ser utilizado.

    É muito comum encontrar esse método em projetos em que a fundação direta ocupa mais de 60% da área do terreno. Nestes casos, optar por este tipo de trabalho em vez de sapadores, por exemplo, prova ser mais vantajoso e viável. 

    Um exemplo notável é o Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo. Localizado em Dubai, ele tem 828 metros de altura e utiliza uma base de Radier apostado. Essa escolha substituiu a necessidade de blocos de estacas, o que seria significativamente maior se outra forma de fundação fosse adotada.

    Além disso, também é frequentemente escolhido para evitar o recalque do solo, promovendo uma distribuição mais uniforme das cargas tanto para o solo quanto para as estacas. Ao cobrir toda a área do edifício, garante uma melhor distribuição do peso, contribuindo para minimizar os efeitos dos assentamentos recalos e diferenciais.

    Escolha a partir do solo adequado

    A escolha do terreno pode fazer toda a diferença para o sucesso da fundação radier em uma peça. Para isso, tenha em mente que a capacidade do solo para suportar cargas deve ser igual ou maior do que o esforço esperado para a construção. 

    Este é o primeiro grande passo, já que sem esse recurso, o solo pode simplesmente não suportar o peso da edificação que será distribuída ao longo da chapa. Além disso, também é de suma importância levar em consideração as mudanças do subsolo.

    Sabemos que nenhum solo é totalmente estável, mas é preciso prever todo tipo de alteração possível para verificar se a estrutura pode suportar. Tudo isso para garantir que a estrutura da edificação não seja afetada pela alteração do solo, o que seria um problema.

    Quando for necessário, é possível fazer estudos e projetos geotécnicos para possibilitar a instalação da base de radiadores em solos mais desafiadores, como aqueles sujeitos a recalcados por adensamento; ou solos até mesmo porosos onde há riscos de um colapso estrutural. 

    Benefícios deste tipo de fundação

    A Fundação Radier oferece uma série de benefícios que o tornam uma escolha atrativa para muitos projetos de construção. Vamos olhar para alguns dos principais logo abaixo:

  • Economia: O uso desse tipo de fundação pode resultar em uma redução significativa dos custos de construção. Em comparação com outros tipos de fundação, como sapatas ou estacas, ele requer menos investimento, resultando em economia financeira para o projeto.
  • Redução no tempo de execução do trabalho: A execução é relativamente mais rápida em comparação com outros métodos de fundação. Como não é necessário cavar profundamente ou instalar estacas, o processo de construção é simplificado, resultando em uma redução no tempo necessário para a conclusão do trabalho. Isso leva a um planejamento de construção mais eficiente e permite que a estrutura principal seja iniciada mais rápido.
  • Redução dos recalques diferenciais: Recalques diferenciais ocorrem quando diferentes partes da estrutura são assentadas em taxas diferentes, levando a deformações indesejadas e potencialmente prejudiciais. Devido à sua distribuição uniforme da carga do prédio na base, é possível minimizar esses recalques. Resultando em uma fundação estável e reduzindo danos estruturais e deformações excessivas.
  • Menos mão de obra: A execução da Fundação Radier também requer menos mão de obra em comparação com outros métodos de fundação. Como se trata de um slab de concreto contínuo que cobre toda a área do edifício, o trabalho de instalação é simplificado e exige menos trabalhadores. Isso não só reduz os custos, mas também contribui para um ambiente de trabalho mais eficiente, ágil e seguro.
  • Apesar das vantagens, há alguns pontos contra os quais você também precisa levar em consideração. Vamos falar sobre eles a seguir. 

    Contras

    Uma das desvantagens da fundação radier está relacionada com a necessidade de que instalações hidrossanitárias sejam realizadas precoceanamente. Para muitos isso pode ser um benefício, mas no caso de o projeto não estar totalmente definido ou se o planejamento não for feito adequadamente, ele pode se tornar um fator negativo. A antecipação dessas instalações em alguns casos pode levar a ajustes posteriores e retrabalhos, o que resultaria em custos adicionais e atrasos no trabalho.

    Outro ponto negativo que podemos citar é quando a necessidade surge para aumentar a resistência da placa. Nestes casos, o processo pode ser mais desafiador do que em outros tipos de fundação. A modificação da resistência radier pode envolver adição de reforços estruturais ou aumentar a espessura da slab de concreto, o que demanda maior trabalho, elevando os custos do projeto.

    Apesar dessas desvantagens, este tipo de fundação continua sendo uma opção amplamente utilizada em obras diversas devido à sua atratividade econômica. Execução mais rápida, redução de custos e a possibilidade de contar com uma equipe de trabalho menor são fatores que contribuem para a sua popularidade. 

    No entanto, é fundamental garantir que o solo apresente as características necessárias para a viabilidade deste tipo de fundação. Lembre-se que um estudo geotécnicos adequado é essencial para avaliar a capacidade de carga e a estabilidade do solo, garantindo segurança e eficiência do trabalho.

    Ao considerar isso como uma opção, é importante avaliar cuidadosamente os prós e os contras, levando em consideração as características específicas do projeto, as restrições do terreno e as necessidades da estrutura a ser construída.

    Com o planejamento adequado e o suporte de profissionais especializados, é possível tomar uma decisão informada em relação à escolha do tipo de fundação mais adequado para garantir o sucesso da construção.

    Construção Civil